Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bando de ladrões!

por Maki, em 14.09.16

Pois é meus caros, arranjar quarto em Lisboa nunca foi fácil nem barato, mas este ano está estupidamente complicado. No espaço de um ano os preços subiram cerca de 30 euros por mês sendo que muitos deles nem tem as despesas incluídas, no ano passado já me revoltei sobre isto mas wooow cada vez está pior...

Este ano fui visitar um quarto "anexo" num T4 (ou seja, para ir à casa de banho ou à cozinha a meio da noite tinha que trancar a porta do meu quarto, destrancar a porta da rua, andar um corredor enorme, fazer o que tinha a fazer, abrir a porta da rua, trancar a porta da rua, destrancar a porta do meu quarto e finalmente voltar para a cama. Demasiado trabalho para fazer um xixinho.) e o raio do quarto era 250euros sem despesas incluídas num bairro meh... Encontrei outro que consistia num cubículo sem janela e onde a secretária era uma mesa roubada de uma esplanada a 280 euros sem despesas. Acabei por encontrar um jeitoso por 260 euros com tudo incluído (limpeza também, um autentico milagre).

Algum dos quartos que visitei tinha recibo? Não! 

Depois existe o Uniplaces que é outra coisa que me faz comichão... Os amiguinhos vendem gato por lebre, não dão a possibilidade de visitar o quarto e ainda exigem algo como 100 euros pelo serviço prestado... Que serviço? As fotografias profissionais que transformam o covil mais sinistro num recanto agradável? Eu não vou pagar 100 euros para ter a desilusão da minha vida... 

Após 3 anos que incluíram 4 momentos de procura de quartos tenho um único conselho a dar: visitem os quartos cujos anúncios não tem fotografias ou os que tem fotografias ranhosas que só apanham um canto do quarto e assim... Tendem a ser mais baratos, terem menos interessados e não vos vão desiludir... E perguntem sempre se existe recibo, pode ser que tenham sorte... O meu primeiro senhorio disse que passava recibo... O recibo dele era um papelinho a dizer "pago" seguido do valor que paguei... Quando me deu o papel pela primeira vez ri-me, quando me apercebi que o senhor não estava a brincar e me considerava burra ao ponto de aceitar aquilo como recibo após ter passado 1 dia sem luz e 15 dias a tomar banhos entre o "extremamente quente" e o "vou congelar" peguei nas minhas tralhas e mudei de casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D