Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando foi a minha vez

por Maki, em 22.07.15

Não acredito que já passou um ano... Parece que foi à coisa de 3 meses, a ansiedade, as discussões para decidir o curso, o cuidado de verificar não uma, não duas, mas umas mil vezes a minha candidatura, foi uma altura bastante interessante e intensa. Hoje ao ver a ansiedade do pessoal do 12º e o receio fico meio nostálgica.

Lembro-me demasiado bem de alguns episódios entre repetir o exame de física e química e a divulgação das colocações. Por acaso tive sorte, quando fui repetir o exame estava fresquinho, lembro-me do pessoal implicar comigo por eu ter ido de fato-de-treino e ter chegado em cima da hora, com a minha calculadora da época dos Afonsinhos e cara de quem precisava de pelo menos mais 5 horinhas de sono. De entrar na sala, sentar-me pela primeira vez em todo a minha vida de estudante numa mesa na primeira fila a pensar se não estaria a perder o meu tempo e se o bastardo do director da escola não teria razão ao insinuar que eu era burra enquanto era corroída pelo medo de falhar, até que se sentou um rapaz da minha turma na mesa ao lado e me mandou para o caraças por só estar a fazer melhoria, nunca fiquei tão feliz por o ouvir, implicamos um com o outro enquanto os professores estavam à porta a fazer a chamada até que toda a sala ficou em silencio,os professores fizeram o discurso habitual e o exame começou. Da época de exames também me lembro de como a minha maquina (super actual e potente) resolveu deixar de fazer gráficos exactamente no ultimo exercício do exame de matemática.

Mas sem duvida os momentos mais woow para mim estiveram relacionados com a candidatura. Obviamente tive um pequeno ataque de histeria quando soube as notas, aliás, quando me confirmaram pela terceira vez as notas dos exames (resolvi só acreditar após 3 pessoas diferentes o dizerem, nunca fiando, ainda por cima estava fora de Portugal, se me estivessem a aldrabar não ia chegar a tempo da 2ª fase, tinha que comprar os bilhetes começar a estudar e tal... Quando voltei para Portugal e peguei na minha ficha ENES, ai sim, ia-me dando uma coisinha, foi a primeira vez na vida que vi um 17 numa pauta que me pertencia, aliás... 3... E um daqueles 17 salvou-me o pêlo, para além disso, graças a ele o director da minha escola (um senhor bastante simpático que um dia mandou uma funcionaria buscar-me à sala para ir ter com ele visto que tinha sido a única aluna que queria fazer exame de física de 12º por externo, disciplina que não abriu e que sempre me fascinou, era meio chato estarem a fazer um exame só para mim, acabei por concordar, preenchi uma folha a dizer que desistia do exame, e quando a entreguei o dito senhor disse-me ''também não ias ter maior nota do que deves ter a biologia ou psicologia'' ) bem, o dito senhor engoliu as palavras, a minha nota foi a 2ª mais alta da escola, maior do que a do ''menino de ouro'' do 11º. Voltei a ver o senhor director uma vez após saírem os resultados, o senhor olhou para mim mas rapidamente olhou para o chão, coisa rara que norma geral o senhor anda bastante direito quase a olhar para o tecto, foi dos momentos mais gloriosos da minha vida, nem sei como não me deu para gritar "INCHA PORCO!"(estou a brincar eu não digo isso, ok, digo... mas não ia dizer ao senhor).

Também me estou a lembrar da noite em que pensei em mudar a ordem das minhas opções na candidatura, era o ultimo dia em que o podia fazer, eram para ai umas dez da noite quando decidi que o dia fazer, estava a descer as escadas para avisar o meu pai que ia mudar a ordem quando dei um tralho... mas um tralho... desci 3 degraus com o rabinho a embater na borda de cada um... Sinceramente não sei como é que não parti nada, mas andei a ouvir piadinhas durante quase 2 meses devido à nódoa negra colossal que tinha na nádega... Obviamente depois da queda estava mais preocupada em fingir estar bem e em voltar a respirar decentemente do que propriamente em mudar a ordem.

Curiosamente todos estes acontecimentos levaram a que eu entrasse no curso em que estou, aquele 17 no exame fez com que eu ficasse com um dos dois lugares disponíveis para os sete candidatos com a mesma media que eu, a queda impediu que eu metesse um curso para o qual tinha mais que media para entrar como primeira opção, o senhor director fez com que eu estudasse física e química com mais afinco...  Bem, o que tem que ser tem muita força... (E a queda foi bem grande)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D